img
Boletim Eletrônico | 4.626
ANO XIV - SÃO PAULO, 8 DE AGOSTO DE 2017 - ISSN 1677-4388
carta do presidente
Mais de 100 pessoas assistem, pela internet, ao Workshop Computação Cognitiva e o Registro de Imóveis

Na última quarta-feira (2/8), o IRIB inaugurou, com sucesso, a transmissão de palestras ao vivo pela internet. Ficaram conectadas, durante mais de três horas, 113 pessoas, de diversos estados brasileiros, assistindo às palestras do Workshop Computação Cognitiva e o Registro de Imóveis. Quatro conferencistas convidados pelo Instituto mostraram que a computação cognitiva é um caminho sem volta e que pode, sim, ser aplicada ao Registro Imobiliário, não apenas para a melhoria da prestação dos serviços, mas para a ampliação das atribuições do registrador.

A plataforma utilizada pelo IRIB possibilitou a transmissão das palestras em tempo real. Os participantes assistiam às exposições dos palestrantes, visualizavam os slides, e interagiam por meio de um chat, enviando perguntas. A tecnologia reuniu, em um mesmo ambiente, registradores de imóveis, funcionários de cartório, profissionais da área de tecnologia, advogados e juristas interessados no tema. Ao todo, estiveram representados 18 estados - AC, BA, CE, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PR, RS, SC, SE, SP e TO – e o Distrito Federal. Leia mais
carta do presidente
Computação cognitiva: mito e realidade
Dando continuidade ao tema, o presidente do IRIB, Sérgio Jacomino, entrevistou Valdemar W. Setzer, professor titular aposentado, ainda ativo no Departamento de Ciências da Computação da USP, que foi o fundador e diretor do Centro de Computação Eletrônica e do Centro de Ensino de Computação dessa universidade (www.ime.usp.br/~vwsetzer).

Na entrevista, o professor Setzer comenta o que há de real e imaginário a respeito da chamada inteligência artificial ao fazer clara distinção entre ficção científica versus ciência e realidade.

SJ – As máquinas estão paulatinamente substituindo tarefas tipicamente humanas. O que se pode esperar para os próximos anos? Seremos servidos ou serviremos às máquinas? O que será feito dos empregos? Leia mais
Caleb de Miranda concede entrevista sobre a computação cognitiva aplicada ao Registro de Imóveis brasileiro
O IRIB entrevistou o titular do Registro de Imóveis em Juquiá/SP, Caleb Matheus Ribeiro de Miranda, que apresentou o tema “Computação cognitiva aplicada ao Registro Imobiliário” no Workshop Computação Cognitiva e o Registro de Imóveis. Na entrevista, Caleb de Miranda fala sobre o impacto da nova tecnologia e como os registradores e notários poderão utilizá-la em suas atividades, cita exemplos de aplicação da computação cognitiva e como ela pode afetar o setor jurídico, destaca os ganhos para os cartórios brasileiros, entre outros pontos.

IRIB - Por que falar sobre computação cognitiva para o Registro de Imóveis? Qual o impacto da computação cognitiva na atividade do registrador? Leia mais
kolljus
Para acessar a íntegra das decisões desta seção, é suficiente cadastrar-se no site. Kollemata é uma coletânea de jurisprudência centrada, exclusivamente, no repertório notarial e registral.

Alienação fiduciária – divórcio – o que se partilha?
No caso de separação ou divórcio dos fiduciantes a partilha deve referir-se a direitos aquisitivos e não a domínio. Sempre é necessária a anuência da credora fiduciária (artigo 29 da Lei 9.514/97).

Além disso, faz-se necessário a demonstração dos valores atribuídos aos direitos partilhados, a fim de verificar se houve excesso de meação decorrente da partilha, sobre o qual incidiria os impostos - ITBI ou ITCMD, dependendo da onerosidade ou gratuidade da transação. @ Processo 1036558-52.2017.8.26.0100, São Paulo, Dje 2/6/2017, Dra. Tânia Mara Ahualli.

ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA - DIVÓRCIO - PARTILHA - ANUÊNCIA DO CREDOR. ITBI. QUALIFICAÇÃO REGISTRAL - TRIBUTOS - QUALIFICAÇÃO. Leia mais
Expediente - Boletim Eletrônico do IRIB| Publicação do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil - IRIB | Jornalista responsável: Andrea Vieira - MTB 4.188 | Textos: Juliana Affe - MTB 11.511 | As matérias aqui veiculadas podem ser reproduzidas mediante expressa autorização dos editores, com a indicação da fonte.
image image
Caso você não queira mais receber, acesse aqui para cancelar.